Planilhas de cálculo judicial: 5 motivos para não usar!

Planilhas de cálculo judicial: 5 motivos para não usar!

Cálculos judiciais são tarefas muitas vezes longas e complexas. E tentar fazer esse trabalho por conta própria pode gerar sobrecarga e redução na produtividade das equipes de escritórios contábeis e advocatícios.

Hoje em dia existem diversas alternativas para suprir essa demanda, sendo uma delas as planilhas de cálculo judicial disponíveis na internet, que muitos advogados e contadores ainda utilizam.

E o que, a princípio, pode parecer uma solução fácil e barata, na verdade, pode se tornar um problema, já que a possibilidade de haver erros nessas planilhas são grandes. Erros que podem levar até à recusa judicial dos seus cálculos.

Neste artigo, vamos te mostrar 5 motivos para não utilizar planilhas de cálculo judicial baixadas na internet e, no final, vamos te apresentar a solução ideal para acabar com a dor de cabeça que os cálculos geram!

Quais os riscos de utilizar planilhas de cálculo judicial?

Baixar planilhas de cálculos na internet pode ser tentador em um primeiro momento, mas os riscos que esse tipo de material pode trazer para os processos são grandes.

Vejamos alguns desses riscos:

1. Equívocos na atualização monetária

Muitas dessas planilhas baixadas na internet utilizam fórmulas de cálculo equivocadas e se baseiam em índices monetários que já estão desatualizados, ou seja, não correspondem ao período correto.

Em alguns casos, as fórmulas apresentadas pelas planilhas possuem erros que podem ser considerados básicos, como não levar em consideração as diversas trocas de moedas que ocorreram no país em anos anteriores. Apenas em 1988/89, na mudança de Cruzado Novo para Cruzeiro, houve o corte de 3 zeros da nossa moeda.

Em outras, há problemas relacionados aos juros moratórios, com a adição de taxas de 1% ao mês em todas as diferenças apuradas, quando a legislação diz que no período anterior a janeiro de 2003, o percentual de juros de mora não podia ultrapassar 0,5% ao mês.

Uma ferramenta de cálculos judiciais completa e que seja capaz de fornecer dados confiáveis deve conter tabelas de correção monetária de todos os tribunais estaduais do Brasil, da Fazenda Pública e da Justiça Federal.

Além disso, é necessário fornecer a atualização mensal de indicadores, como IGPM, INPC, IPCA, IPCA-e, INCC, SELIC, TR, etc.

2. Falta de suporte técnico especializado

A falta de suporte técnico especializado para auxiliar no preenchimento dos principais dados dos cálculos judiciais é um risco importante que precisa ser considerado no momento de baixar planilhas na internet.

Afinal, trata-se de cálculos complexos e específicos para cada situação, que exigem uma grande quantidade de informações, que precisam ser finalizadas corretamente para que a ação possa ser de fato ajuizada.

No processo de cumprimento de todas essas etapas, é comum surgirem dúvidas e questionamentos, principalmente por quem não é especialista no assunto. Nessa hora, poder contar com o suporte de especialistas é algo que faz toda diferença, tanto para não gerar atrasos e retrabalho, quanto para garantir a correção dos cálculos.

Está sofrendo com a alta demanda de cálculos judiciais no escritório? Sente que isso está impactando negativamente na sua produtividade? Leia o artigo:

Alta demanda de cálculos judiciais: veja aqui como resolver!

3. Planilhas complexas e pouco intuitivas

Ao buscar por planilhas para auxiliar no desenvolvimento de cálculos, a intenção de advogados e contadores é ter mãos uma ferramenta que facilite o seu dia a dia e de suas equipes. Mas não é o que acontece com a maioria das planilhas encontradas na internet.

Geralmente com interfaces nada intuitivas e de difícil usabilidade, o usuário pode acabar demorando mais tempo para descobrir como usar as funções corretamente do que para fazer os cálculos em si.

Por conta disso, toda a economia que o escritório pensava estar obtendo com o uso de uma ferramenta gratuita ou de baixo custo acaba se perdendo na quantidade de horas gastas pelos funcionários para cumprimento da tarefa. 

A tarefa de realizar os cálculos judiciais é algo que consome tempo e energia de escritórios de advocacia ou contabilidade. Veja, então, como simplificar esse trabalho:

Cálculos judiciais: saiba como fazer de forma mais simples e rápida!

4. Planilhas desenvolvidas por pessoas não especializadas

Não há nenhuma garantia de que as planilhas encontradas na internet tenham sido desenvolvidas por um profissional especialista em cálculo judicial.

Em se tratando de cálculos que servirão de base para ações judiciais envolvendo valores elevados, é fundamental ter a confiança na correção e precisão dos resultados obtidos por meio dessas ferramentas.

Afinal, quando esses cálculos forem juntados a processos e ações judiciais, será o nome do escritório contábil e advocatício que estará avalizando aquelas informações.

5. Não a ter assinatura de um perito contábil

Para garantir a confiabilidade dos cálculos e gerar a credibilidade necessária no momento de apresentá-los no processo, é fundamental que o cálculo judicial seja acompanhado de parecer técnico e seja assinado por um perito contábil, que é o profissional responsável por analisar e validar laudos técnicos periciais.

Trata-se de um profissional graduado em Ciências Contábeis, com registro no CRC (Conselho Regional de Contabilidade), que possui os conhecimentos técnicos necessários sobre a matéria que irá atestar e está em constante atualização.

Está em dúvida entre usar planilha ou software de cálculo judicial? Quer saber quais são as vantagens e desvantagens de cada uma dessas opções? Então, leia o artigo a seguir:

Planilha ou software de cálculo judicial: qual a melhor opção?

Qual a melhor ferramenta de cálculos judiciais?

Como vimos ao longo do artigo, utilizar planilhas para fazer cálculos judiciais pode acabar sendo prejudicial para seu trabalho e para o trabalho da equipe, além de comprometer toda a ação ajuizada.

Para evitar esse tipo de falha, é necessário ter à disposição uma ferramenta de cálculos confiável e completa, que possa de fato te auxiliar nas demandas do dia a dia. 

E, nesse caso, a SOS Cálculos é, com toda a certeza, a melhor opção para realizar seus cálculos judiciais. A ferramenta que disponibilizamos aos nossos clientes possui importantes diferenciais, como:

  • Cálculo completo – Os Cálculos judiciais da SOS Cálculos são completos, seguem todos os requisitos legais e de jurisprudência e já saem prontos para serem apresentados ao judiciário.
  • Tudo na nuvem – Nossa ferramenta é 100% online. Significa que seus dados são armazenados em nuvem e você pode fazer, consultar ou editar seus cálculos a qualquer dia da semana, 24 horas por dia e de onde você estiver.
  • Suporte especializado – O sistema SOS Cálculos foi desenvolvido por uma equipe de colaboradores altamente qualificados e experientes, que está pronta para esclarecer qualquer dúvida sobre a ferramenta.
  • Parecer técnico assinado por perito – Todos os cálculos fornecidos pela equipe da SOS Cálculos são acompanhados por parecer técnico assinado por perito. Isso traz ainda mais segurança para seus cálculos judiciais.

Além de todas essas vantagens, a SOS Cálculos oferece também assessoria jurídica para revisão e negociação de dívidas, ajuizamento de ações, contestações, embargos, recursos, execução de sentenças e demais procedimentos.

Com uma equipe de colaboradores altamente qualificados e experientes, a SOS Cálculos está pronta para oferecer cálculos judiciais de forma rápida, segura e completa.

Já tem os lançamentos digitados em uma planilha? Não se preocupe, nossa ferramenta importa para você!

Clique no botão abaixo para solicitar seus cálculos:

Quer realizar os cálculos você mesmo através de nossa ferramenta? Faça seu cadastro!

Deixe uma resposta